Quais são os cuidados financeiros que uma ONG deve ter?

Para que uma ONG tenha uma vida saudável e longa, é importante ter cuidados financeiros que garantam uma gestão eficiente.

Para que as ONGs tenham uma gestão eficiente de seus recursos, é imprescindível ter o suporte de profissionais de contabilidade, assim como cuidados financeiros que farão a diferença na administração da organização.

As ONGs são organizações não governamentais e sem fins lucrativos. Por isso, alguns gestores acham que não é necessário ter os mesmos cuidados financeiros que as outras empresas.

Porém, isso é um grande erro. Da mesma forma que qualquer outra organização, as entidades sem fins lucrativos também devem estar atentas para uma gestão financeira eficiente.

A realidade é que justamente por dispor de recursos bem limitados, as ONGs devem ter cuidados financeiros ainda maiores, afinal, não podem correr o risco de faltar recursos.

Mas essa falsa crença permite que existam muitos administradores sem conhecimentos financeiros suficientes para realizar um trabalho que garanta uma vida saudável à organização.

Pensando a respeito desse tema, este artigo falará sobre os importantes cuidados financeiros que uma ONG deve ter. Confira!

Cuidados financeiros: tudo começa com o planejamento

Não há como falar nesse tema sem abordar o planejamento financeiro, ferramenta essencial para qualquer gestão eficiente.

Ele é um conjunto de atividades que são primordiais para a gestão de recursos de uma ONG.

Planejar significa ter estratégias e objetivos bem definidos. Eles devem ser colocados em prática a fim de que:

  • Sejam tomadas as melhores decisões;
  • haja análise correta dos números;
  • acompanhamento de todas as movimentações financeiras;
  • propositura de medidas e estratégias eficientes.

Portanto, o planejamento financeiro será essencial para garantir que as entidades não governamentais tenham recursos inacabáveis e continuem ajudando aqueles que precisam. 

Qual os benefícios do planejamento para uma ONG?

As entidades e as associações sem fins lucrativos funcionam, em sua grande parte, por meio de voluntários que aplicam seus esforços, seu dinheiro e sua massa intelectual. 

Por isso, muitas vezes ocorrem erros e falhas durante o processo.

Apesar de tudo que já foi falado, pode haver pessoas que ainda consideram o planejamento algo simples e comum. 

Porém, ele é capaz de garantir muitas vantagens na administração da entidade. Entre elas:

  • Identificar fraudes;
  • controlar as receitas e despesas;
  • manter todos os gastos enxutos;
  • evitar despesas desnecessárias;
  • servir como base para a busca de novas parcerias e projetos;
  • diminuir os riscos financeiros;
  • orientar a tomada de decisão.

A rotina de uma ONG é atarefada, pois é necessário correr atrás de recursos e realizar as atividades operacionais, além de demonstrar transparência de suas ações.

Dessa forma, a melhor maneira de pôr em prática um planejamento financeiro é contar com o apoio de um escritório de contabilidade. 

Somente esses profissionais terão o conhecimento necessário para executar tudo de forma eficiente.

Cuidados financeiros: controle do fluxo de caixa

Uma gestão financeira faz toda a diferença na vida organizacional. Por isso, controlar o fluxo de caixa é mais um dos cuidados financeiros essenciais.

O fluxo de caixa é o controle de todas as entradas e saídas do caixa da entidade. Essa ferramenta otimiza a utilização de todos os recursos que estão disponíveis. 

Utilizar recursos exige organização e controle documental de todas as movimentações diárias.

Esse controle pode ser feito em planilhas ou programas de gestão de caixa, direcionando o trabalho, otimizando o tempo e guiando todos os esforços para o foco dos processos. 

O gestor de uma ONG deve ter consciência de tudo que ocorre e o cenário real da entidade. 

Só assim será possível tomar todos os cuidados financeiros que ajudem a controlar os gastos e tomar as decisões futuras.

Apresentação de todas as demonstrações contábeis

O terceiro setor também necessita entregar as demonstrações contábeis. 

Assim como as empresas do mercado privado, é necessário realizar o Balanço Patrimonial, por exemplo.

Comparado a uma empresa privada, uma diferença é que, ao invés de ter um Patrimônio Líquido, ele terá um “Patrimônio Social”.

Outro diferencial está no fato de que as ONGs não possuem capital social, já que esse termo se refere às organizações que visam o lucro.

Nesse caso, deve ser utilizada a expressão “Patrimônio Social”.

Portanto, é de suma importância entender o papel crucial da contabilidade. 

Para que seja bem feito é necessário que a organização tenha todos os cuidados financeiros e  organize todas as informações e dados.

No terceiro setor, as demonstrações contábeis são necessárias para garantir a transparência dos dados, para ajudar na fiscalização pelos órgãos competentes e para dar credibilidade à imagem da organização.

Nós, da Revicont, buscamos levar aos nossos clientes soluções que facilitem com que possam lidar com as finanças de suas empresas

Ao realizar todos esses cuidados financeiros na gestão da organização, ela certamente estará mais preparada e segura para exercer as atividades essenciais para sua existência.

Esses cuidados permitirão a economia de recursos, o investimento correto e o foco na conquista de mais recursos e doações. 

Dessa forma, será possível cumprir todas as obrigações administrativas e fiscais de forma mais tranquila.

Portanto, ações como ter um planejamento financeiro, controlar o fluxo de caixa e realizar as demonstrações contábeis são cuidados primordiais nessa gestão.

Mas é óbvio que, para pôr todos esses elementos em prática e, assim, garantir todas as vantagens, é preciso ter conhecimento contábil.

Afinal, a contabilidade possui ferramentas muito úteis que podem ser usadas de forma eficaz a fim de aumentar o seu controle financeiro.

Esperamos que este artigo tenha esclarecido suas dúvidas a respeito desse tema. Porém, caso ainda existam dúvidas, basta entrar em contato conosco.

Para isso, é só clicar no ícone do WhatsApp, localizado no canto inferior direito da sua tela.

Quais são os cuidados financeiros que uma ONG deve ter?

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Revicont.

Somos especialistas em empreendedores que precisam iniciar ou que já têm um negócio, mas que sentem-se inseguros, muitas vezes por não terem conhecimento sobre gestão, seja ela financeira, administrativa, tributária ou de recursos humanos.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

Até breve!

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post post
Summary
Quais são os cuidados financeiros que uma ONG deve ter?
Article Name
Quais são os cuidados financeiros que uma ONG deve ter?
Description
Para que as ONGs tenham uma gestão eficiente de seus recursos, é imprescindível ter o suporte de profissionais. Leia nosso artigo e entenda!
Author
Publisher Name
Revicont
Publisher Logo

Deixe um comentário

Aqui você terá dicas incríveis sobre: contabilidade, finanças, planejamento tributária e empreendedorismo, além de ótimos conteúdos motivacionais. Cadastre-se agora!
Recomendado
Planeje sua agenda tributária e evite problemas com o Fisco…