Projeto de fim de ano: como funciona

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Aprenda agora como funciona o projeto de fim de ano para ONGS

Leia nosso artigo e veja a importância de elaborar corretamente um projeto de fim de ano para a sua ONG.

Se você está à frente de uma ONG sabe da importância de entender como funciona um projeto de fim de ano

Visto que os projetos são responsáveis por estruturar e organizar o objetivo da ONG.

Sendo assim, com a intenção de gerir melhor sua entidade, mantendo suas ações ativas e captando os recursos necessários para tal.

Portanto, no post de hoje, iremos elucidar os conceitos, características e as etapas que permeiam esse processo.

Dessa forma, contribuindo para que o seu projeto de fim de ano tenha sustentabilidade e êxito.

Quer saber como pode melhorar e fazer dar certo seu projeto para os dias do ano que encerra? Então, fique conosco até o final!

Entendendo o que é um projeto de fim de ano

Primeiramente, precisamos entender o conceito de um projeto para que possamos, posteriormente, elucidar suas características. Mas afinal o que é um projeto?

Logo, o projeto é a estrutura da proposta da entidade. 

Sendo assim, um documento em que traça todas as etapas para a concretização do objetivo da ONG.

Pois, somente com um projeto bem estruturado a entidade conseguirá arrecadar os recursos necessários para que a causa saia do ideal e se concretize na vida das pessoas.

Ademais, essas características devem ser consistentes, definidas e claras em um projeto de fim de ano.

Características de um projeto de fim de ano

Um projeto deve ser único, ou seja, realizado para solucionar um problema específico e que não poderá repetir-se.

No entanto, poderá ser realizado novamente, desde que se faça algumas alterações e sentido.

Como por exemplo, acontecer em um local diferente do ano anterior, com uma quantidade menor ou maior de pessoas envolvidas ou até mesmo ajustar o custo do evento.

Ademais, também precisa da projeção do início e término do projeto, com data para começar e terminar. 

Assim como necessita de um objetivo claro, mas que também seja viável.

Por exemplo, arrecadar 300 cestas básicas para os habitantes do interior da cidade X de São Paulo.

Todavia, mesmo que o seu projeto de fim de ano seja maior ainda, deve atentar-se a clareza em sua viabilidade.

Desse modo, não é necessário usar palavras difíceis ou termos técnicos para conseguir aprovação de um projeto.

Além disso, o projeto deve ser progressivo.

Ou seja, precisará pensar no que será preciso para levar as 300 cestas básicas até São Paulo.

Portanto, será necessário passar por alguns processos até chegar ao objetivo final.

Esses processos é que vão permitir chegar cada vez mais perto da concretização do projeto, logo, cumprindo o papel de ser progressivo.

Entretanto, todo projeto tem um custo. 

Para isso precisará delimitar os recursos necessários para a realização do mesmo.

Sendo assim, faça um levantamento para saber quais serão os gastos em cada etapa. 

Considere que, no mínimo, será preciso de pessoas doando o seu tempo para a causa, portanto, verifique também se terá despesas com pessoal.

Perceba que, por esse motivo, é importante pensar na contratação de um profissional contábil. 

Isso porque um contador estará apto a fazer um levantamento mais detalhado e cuidadoso, não deixando brecha para desperdícios de verbas e possíveis complicações no processo.

Tratando-se de recursos é de extrema relevância e cautela delegar a parte dos custos para quem possui capacitação, qualificação e pode oferecer suporte nesse trâmite.

Porque um projeto de fim de ano é importante

Existem algumas razões para realizar um projeto de fim de ano

Como podemos conferir no tópico anterior, é preciso recursos para a causa ganhar vida. 

Logo, um projeto precisa ser muito bem elaborado para conseguir passar confiança a quem fará a doação.

Dessa forma, contendo todas as características citadas anteriormente e com um bom mapeamento dos custos realizado por um contador, evitando correr riscos.

Sendo assim, com uma proposta compreensível do que se pretende conseguirá apresentar ao doador o que a sua ONG deseja e de que maneira será feita.

De modo que o doador fique ciente de como os recursos dele serão usados e se realmente fará a diferença.

Ademais, os projetos auxiliam na organização do trabalho.

Com a rotina dinâmica de uma ONG, cheia de dificuldades e emergências ao longo do dia, fica fácil se perder em meio a tantos trabalhos e que talvez não sejam tão produtivos. 

Logo, o projeto de fim de ano proporcionará um norte a seguir, sem que se perca dos objetivos e prioridades.

Além disso, entregam os resultados que estão sendo atingidos e os que não estão.

Ou seja, mostrando se realmente está no caminho que propôs.

Sendo uma ONG, é preciso conseguir mensurar sua transformação, se o impacto está sendo positivo ou não.

Etapas de um projeto de fim de ano

Após entender o conceito de um projeto e suas características para que se tenha sucesso na causa, é importante seguir algumas etapas para garantir o bom funcionamento da gestão.

São elas:

  • Planejamento; 
  • Acompanhamento;
  • Análise de resultados;
  • Controle. 

Logo, para alcançar qualquer objetivo precisa-se de um planejamento para definir o que se pretende e como vai ser feito.

Também é necessário acompanhar a progressão da transformação para poder analisar os resultados e saber se está na direção do objetivo.

Por fim, obtendo o controle de todo o processo e chegando cada vez mais perto do impacto que se planejou.

Dessa forma, seguindo todas essas etapas, o progresso do projeto de fim de ano alcançará  êxito, e consequentemente, ajudará mais pessoas.

Revicont: contabilidade especializada em ONGs

Portanto, pudemos perceber que um projeto de fim de ano vai muito além de uma vontade de fazer dar certo.

Por conseguinte, é preciso de um projeto com objetivo bem traçado, de fácil compreensão, com estabelecimento de prazos e custos necessários.

Além de cumprir com todas as etapas, a fim de gerir bons e mais projetos.

Ademais, vimos a importância da contratação de um profissional contábil para levantar os custos do projeto de fim de ano.

Assim, evitando erros que podem acabar prejudicando o investimento feito, como desperdício ou falta de receita.

Lembre-se que ter ajuda de uma contabilidade especializada vai ajudar você a elaborar o seu projeto mais alinhado com as suas necessidades, além de permitir que você faça um melhor acompanhamento do uso dos recursos.

Nós, da Revicont, estamos preparados para ajudar você nesse e em muitos outros aspectos.

Clique no ícone do WhatsApp, presente na sua tela, fale com um de nossos especialistas e saiba como.

Contratar um profissional para elaborar o meu projeto mais alinhado com as minhas necessidades!

Classifique nosso post post

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Revicont.

Somos especialistas em empreendedores que precisam iniciar ou que já têm um negócio, mas que sentem-se inseguros, muitas vezes por não terem conhecimento sobre gestão, seja ela financeira, administrativa, tributária ou de recursos humanos.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

Até breve!

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aqui você terá dicas incríveis sobre: contabilidade, finanças, planejamento tributária e empreendedorismo, além de ótimos conteúdos motivacionais. Cadastre-se agora!
Recomendado
A gente sempre escuta que, para ser líder, devemos deixar…