DRE – O que é e qual a sua importância?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Cuidar da saúde financeira da sua empresa é garantir que ela conseguirá não apenas se manter, mas também desenvolver e lidar com as adversidades do mercado. Desse modo, uma das formas de analisar como anda esse aspecto da sua empresa é por meio do DRE.

Neste texto, você entenderá assim, o que é o DRE, qual a sua importância para a saúde financeira do seu negócio e para a sua equipe de contabilidade, além de entender então, como ele deve ser montado. Confira!

Confira Nossos Serviços - Escritório de Contabilidade em São Paulo | Revicont Contabilidade

O que é o DRE?

O DRE (Demonstração do Resultado do Exercício)é a demonstração patrimonial e financeira de uma empresa. Nele, deve-se apurar todas as operações que foram feitas na empresa em um determinado período de tempo, determinando, assim, a partir do resultado, se  houve lucro ou prejuízo.

Algumas informações que precisam estar presentes em um DRE são:

  • receitas;
  • despesas;
  • custos e provisões apurados;
  • impostos.

De maneira legal, é preciso que o relatório seja feito anualmente. Entretanto, caso a sua equipe de contabilidade queira fazer uma análise mais profunda, pode-se realizar DREs mensalmente.

Qual a importância do DRE?

É por meio desse relatório contábil que são adquiridas informações importantes sobre o resultado líquido da empresa, sendo fundamental para futuras tomadas de decisões que visem melhor saúde financeira ao negócio.

Além disso, a partir dos resultados obtidos no DRE, torna-se possível avaliar a eficácia administrativa da empresa, descobrindo se é necessário realizar alterações na gestão ou em outros setores do negócio.

Uma empresa que não esteja bem estruturada e organizada financeiramente, dificilmente conseguirá se desenvolver, já que pode ocorrer o acúmulo de dívidas, e consequentemente, falência financeira. Com o DRE, torna-se possível evitar essa situação.

O DRE também pode ser utilizado pelo governo para averiguar se a sua instituição pagou de forma correta todos os impostos. Além disso, bancos também podem requerer o documento para conhecer a real situação da empresa e decidir se é possível a obtenção de crédito.

Dados básicos para montar um DRE

Esse relatório deve ser feito por um contador habilitado junto ao CRC. Além disso, sua estrutura precisa seguir uma estruturação legal, para que ele seja tido como válido. Também são necessários cálculos precisos para encontrar os valores corretos.

Para os DREs feitos para fins administrativos internos, não é necessário seguir as normas vigentes para o documento, permitindo que seja feita uma versão mais simplificada e objetiva, dando maior agilidade para a equipe financeira.

Confira, a seguir, algumas das informações que devem estar detalhadas no DRE:

  • insira a receita bruta: valor total faturado (vendas ou serviços) pela empresa no período em questão;
  • insira deduções do valor acima. Isto é, todos os impostos que foram incididos nas vendas ou serviços;
  • insira a receita líquida de vendas e serviços (receita bruta – deduções);
  • insira o custo do produto ou serviço em questão;
  • insira o resultado bruto (ou seja, o custo do produto ou serviço vendido – receita líquida de vendas);
  • insira todas as suas despesas administrativas e operacionais de forma detalhada, como: aluguel, salário de funcionários, entre outros;
  • insira outras receitas que possa ter, como equivalência patrimonial;
  • insira as despesas financeiras, como pagamentos de juros, IOF, entre outros;
  • insira, agora, as receitas financeiras, como possíveis juros que recebeu ou o quanto ganhou com possíveis variações monetárias, por exemplo;
  • do valor encontrado como resultado bruto, subtraia todas as despesas e receitas posteriormente listadas. O valor encontrado será o resultado antes do IR/CSLL;
  • está acabando! agora é só indicar o valor do IR e CSLL e… subtraia do valor encontrado acima!
  • pronto! você encontrou o resultado líquido do exercício! O valor encontrado pode ser tanto lucro quanto prejuízo.

Assim, conhecendo o que é a DRE, qual a sua importância para a contabilidade empresarial além de algumas informações sobre como esse relatório deve ser feito, você poderá instruir a sua equipe de contabilidade a ter um melhor controle financeiro do seu negócio.

Gostou do texto? Então confira em nosso blog outros artigos tão interessantes quanto esse!

Summary
DRE - O que é e qual a sua importância?
Article Name
DRE - O que é e qual a sua importância?
Description
Cuidar da saúde financeira da sua empresa é garantir que ela conseguirá não apenas se manter, mas também desenvolver e lidar com as adversidades do mercado. Uma das formas de analisar como anda esse aspecto da sua empresa é por meio do DRE. Neste texto, você entenderá o que é o DRE, qual a sua importância para a saúde financeira do seu negócio e para a sua equipe de contabilidade, além de entender como ele deve ser montado. Confira!
Author
Publisher Name
Revicont
Publisher Logo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aqui você terá dicas incríveis sobre: contabilidade, finanças, planejamento tributária e empreendedorismo, além de ótimos conteúdos motivacionais. Cadastre-se agora!
Recomendado
Em um mercado competitivo como o da culinária, é preciso…
Open chat